Aparelhos eletrônicos: quanto tempo duram e como preservá-los


Imagem destaque deste post

Celulares, computadores, câmeras, baterias, calculadoras, eletrodomésticos. A lista de aparelhos eletrônicos é extensa e só cresce à medida que os anos vão passando e acumulamos mais e mais aparelhos.

Quando você se dá conta, artigos que não funcionam mais estão ocupando um espaço precioso da sua casa, do seu escritório, da sua loja e por aí vai.

Para evitar isso, um bom começo é ficar por dentro da durabilidade média dos aparelhos e de que maneiras eles podem ser preservados. Assim, fica mais fácil entender a hora de descartar o antigo e comprar um novo.

Ficou interessado? Siga nos acompanhando!

Programados para estragar, será?

Provavelmente você já ouviu por aí que a maioria dos aparelhos eletrônicos tem a famosa “data de validade”. Que a indústria, pensando em suas vendas, faz questão de garantir que você precisará de um novo produto em breve.

Esta crença não está de todo errada.

Não é à toa que o termo “obsolescência programada” foi calcado. Ele se refere a uma prática que nos acompanha desde o pós-guerra para descrever exatamente a durabilidade limitada.

E qual o reflexo disso, no nosso dia-a-dia?

Percebemos que os aparelhos eletrônicos estão estragando mais rápido. E uma pesquisa só confirmou isso: 45% dos eletrônicos apresentam defeitos antes de dois anos de uso.

Além disso, a obsolescência programada tem sido apontada como um dos principais motivos do alto volume de lixo eletrônico no Brasil. Somos o maior produtor desse tipo de lixo na América Latina e 7º lugar no ranking mundial.

Felizmente, existem maneiras de preservar seus equipamentos, para que essa data de validade aumente e, consequentemente, o meio-ambiente agradeça.

A seguir, separamos algumas dicas e informações relativas à cada tipo de aparelho.

Confira!

Celulares e tablets

Você sabia que o celular é o aparelho eletrônico com o menor ciclo de vida dentro dessa categoria? E os tablets não ficam muito atrás.

Estima-se que a durabilidade média desses aparelhos seja menor que três anos. Alguns chegam a durar até cinco anos, se alguns cuidados forem tomados.

Por exemplo: cuidado com a umidade perto do aparelho. Evite deixá-lo no banheiro na hora do banho, pois o vapor d’água pode ser prejudicial. E, na hora de fazer a limpeza do telefone, um pouco de álcool é o suficiente.

Evite expô-lo a grandes variações de temperatura. Também tome cuidado redobrado em ambientes como praias. Quando for colocá-lo no bolso ou na bolsa, cuide para que ele não fique batendo em outros itens.

Por fim, seja zeloso com seu celular ou tablet. Manuseie com cautela, assim você evita possíveis quedas.

Computadores e notebooks

Computadores também tem uma duração média menor que três anos. Mas, em geral, por ficarem mais “parados”, costumam durar mais do que os portáteis celulares e tablets.

Algumas dicas para preservá-los também é o manuseio com cuidado. Evite esbarrões e quedas. Mantenha a bateria do seu notebook carregada, atente-se para problemas relacionados à fonte de energia que estão recebendo - tomadas, parte elétrica.

Use um bom antivírus e leve para manutenção sempre que necessário. Também, para os notebooks, não os deixe em cima da cama, evite o superaquecimento.

Fogões e micro-ondas

De acordo com alguns fabricantes, o micro-ondas tem uma durabilidade média de 7 anos. Enquanto isso, a do forno e do fogão pode variar entre 7 e 10 anos.

Para ambos, a limpeza e a manutenção são de suma importância para aumentar a durabilidade.

Ao limpar, evite materiais agressivos, como esponjas de aço. Dê preferência a panos ou esponjas e ao detergente neutro. Nunca deixe a água secar ou evaporar naturalmente. Seque.

Geladeiras e freezers

Estes aparelhos eletrônicos também duram em média 7 a 10 anos. Para aumentar esse tempo, comece pela limpeza e organização diárias.

Também, cuide para que estes equipamentos tenham uma área de ventilação. O ideal é que a geladeira ou o freezer estejam a, pelo menos, cinco centímetros de distância das paredes.

Por último, descongele de tempos em tempos. A dica aqui é para que isso seja feito quando a camada de gelo atingir a espessura de um centímetro no máximo.

Máquinas de lavar

A vida útil da máquina de lavar gira em torno de 10 anos. Entretanto, é possível que esse tempo aumente com alguns cuidados básicos.

Por exemplo, utilizar a quantidade certa de sabão e amaciante e verificar o que está sendo colocado na máquina são bons caminhos. Tome cuidado para que aquela moeda no bolso da calça não faça parte da lavagem e danifique o aparelho.

No que diz respeito à limpeza, faça externamente com um pano úmido, evite buchas agressivas. Para a parte interna, o indicado é uma lavagem completa com o cesto vazio, utilizando um litro de água sanitária.

Ferros, aspiradores e similares

Não há consenso sobre a vida útil destes aparelhos eletrônicos. O tempo varia entre 8 meses a três anos, dependendo do equipamento. Mas uma coisa é certa: preservar seu aparelho está a seu alcance.

No caso do ferro, não deixe água em seu reservatório, use a temperatura correta para cada tecido, não utilize produtos agressivos para limpar sua base.

Já para os aspiradores, não aspire borra de café, cacau, cabelo, plantas, cosméticos, pisos molhados, vidros, farinha, e por aí vai. Dessa forma, você evita o entupimento do filtro e o desgaste do aparelho.

Ar-condicionado

O ar-condicionado é outro aparelho eletrônico cuja durabilidade depende da sua manutenção e limpeza. Sua vida útil varia, em média, de 10 a 15 anos.

Além da manutenção periódica, você deve proteger a parte externa, estar atento às recomendações do manual e fazer o uso correto do equipamento.

Precisa descartar? A BH Recicla te ajuda!

Recapitulando, as dicas acima servem para preservar e aumentar a durabilidade dos seus aparelhos eletrônicos. Porém, sabemos que ainda assim os equipamentos simplesmente deixam de funcionar um dia.

Quando isso ocorre, o melhor a fazer é o descarte correto do aparelho. Além de liberar espaço na sua casa ou escritório, você ainda evita possíveis danos ao meio ambiente.

E como fazer isso? A BH Recicla realiza a coleta gratuita de lixo eletrônico, visando sempre seu conforto e comodidade.

Quer saber mais sobre a BH Recicla e sobre os aparelhos eletrônicos? Fique por dentro do decreto que regulamenta o lixo eletrônico!


Gostou?

Que tal compartilhar este artigo?

Facebook icon

Receba nossas notícias na sua caixa de emails!

Se inscreva abaixo para receber emails periódicos com conteúdos relevantes sobre sustentabilidade e a cidade ;)

Deixe seu comentário :)