4 alternativas naturais que podem substituir pesticidas


Imagem destaque deste post

Agrotóxicos apresentam malefícios para a saúde humana e para o meio ambiente. Já pensou que bom seria se a natureza tivesse uma alternativa como solução? Pois é, tem!

Já temos em nosso blog um post sobre 12 coisas que você deve saber sobre os agrotóxicos e, entre elas, a de que existem alternativas naturais para reduzir o uso dos famigerados pesticidas. O controle de pragas com a ajuda de insetos e outros “recursos da natureza” é um ótimo exemplo e também foco deste artigo. Veja só!

Insetos e alternativas naturais capazes de substituir ou reduzir o uso de pesticidas:

1. Joaninhas

Há quem considere que as joaninhas sejam sinais de boa sorte. Para quem sobrevive do cultivo de plantas, o inseto pode ser um importante aliado por se alimentar de pulgões!

null

Os pulgões são considerados como pragas porque podem secar galhos e causar a morte das plantas em pouco tempo. Algo que tem potencial para atrapalhar o cultivo, o que faz das joaninhas um bom recurso para evitar o problema.

É importante saber, porém, que o uso das joaninhas como substitutas dos pesticidas só funciona bem em ambientes fechados - como estufas - porque, do contrário, podem voar para longe.

2. Ácaros predadores

Se tudo o que você sabe sobre os ácaros é que alguns podem causar alergia em seres humanos, vai gostar de saber que algumas espécies deste inseto podem ser motivo de pesadelo para agricultores e que outras podem ser consideradas “ácaros do bem”.

null

Há anos, estudos científicos e pesquisas são realizados para avaliar o potencial dos ácaros predadores no controle biológico. Isso porque algumas famílias do inseto minúsculo se alimentam de outras tidas como ácaros-praga em razão do seu poder de destruição de plantações.

Os ácaros predadores conseguem proteger, entre outras, culturas de café, goiabeira e macieira, por exemplo. Diferente das joaninhas, eles podem ser usados em ambientes abertos porque tendem a permanecer no local onde há oferta de comida.

3. Fungos

Fungos entomopatogênicos são capazes de parasitar insetos, deixando-os incapacitados ou causando sua morte. Por isso, são uma alternativa natural que pode ser utilizada para substituir pesticidas.

null

Em geral, esses fungos atacam pulgões, moscas brancas e moscas em geral, besouros, lagartas e ácaros. Ainda, são encontrados naturalmente em áreas de cultivo de soja, hortaliças e outros ambientes.

A atuação do fungo faz com que o corpo do inseto atacado inche, provocando lentidão nos movimentos. Além disso, o fungo leva à redução da capacidade do hospedeiro em se alimentar, o que contribui para que as plantações cresçam saudáveis e livres da influência de infestações.

4. Galinhas

Provavelmente, você já ouviu por aí que galinhas, por comer baratas e outros insetos, contribuem para deixar um local livre de ameaças como os escorpiões. Isso é verdade, mas não é tudo o que essas aves têm a oferecer!

Diferentes espécies de galinhas podem ser usadas para o controle biológico em plantações.

null

As galinhas d’angola, por exemplo, comem insetos, gafanhotos e cigarrinhas das pastagens - essa última, considerada uma praga por atacar lavouras de milho, arroz e outros cereais. Por sua vez, galinhas pretas, também chamadas de galinhas negras Janzé podem ser usadas para controlar insetos que prejudicam o cultivo de diversas frutas!

Gostou do post? Leia também sobre agricultura sustentável como alternativa!


Gostou?

Que tal compartilhar este artigo?

Facebook icon

Receba nossas notícias na sua caixa de emails!

Se inscreva abaixo para receber emails periódicos com conteúdos relevantes sobre sustentabilidade e a cidade ;)

Deixe seu comentário :)