Fazer o Bem Sem Olhar a Quem, Pratique Essa Ideia


Imagem destaque deste post

Já é do conhecimento de todo que a prática de esportes trás diversos benefícios as pessoas, tanto psicológicos - como melhorias na auto estima, prevenção de doenças psicológicas, entre outros, como fisiológicos - saúde corporal. Mas como o esporte pode ajudar na inclusão social?

A resposta é bem simples! Além do lazer e da saúde, a prática esportiva leva até as pessoas ensinamentos essenciais para uma vida em sociedade. O esporte gera solidariedade, respeito, educação, responsabilidade, além da inclusão social, pois une indivíduos de vários sexos, gêneros, etnias, idades, necessidades ou classes sociais quebrando barreiras que impõem limites as pessoas.

null

E esse pensamento tem tudo haver com a Parceria BH Recicla e Manotauros FC, uma sociedade que vai além da reciclagem e do esporte, pois promove o debate e a inclusão de grupos muitas vezes invisibilizados, em busca de um mundo mais sustentável e humano através do futebol.

Instituto Florescendo Vidas

A história do instituto teve início em 1991, quando o então Cabo da Polícia Militar, Sr. José Alves da Silva - o Sargento Alves, mudou-se para o Conjunto Taquaril, em Belo Horizonte - MG. Lá ele vivenciou de perto a triste realidade das famílias que sobreviviam com água cedida por caminhões pipa uma vez por semana e com iluminação totalmente por luz de velas.

Diante de um quadro que se agravava a cada dia, o Sargento Alves sentiu a necessidade de fazer alguma coisa para minimizar o sofrimento daquelas pessoas. E, com a ajuda de voluntários, construiu uma cozinha comunitária que atendia cerca de 250 crianças.

A partir daí não parou mais, e no ano de 2000, abriu as portas de sua própria residência para transformá-la em uma creche, que começou atendendo 5 crianças. A demanda foi crescendo e em 2006 foi registrada na Rua Eris, 90 - Bairro Los Angeles - Ibirité / MG, a Associação Creche Criança Esperança, mais conhecida hoje como Instituto Florescendo Vidas.

1º Torneio Fazer o Bem Sem Olhar a Quem

Sabe aquela conhecida frase ‘‘Gentileza gera gentileza’’? Pois é, ela é extremamente verdadeira. A sensação de ajudar alguém, colaborar positivamente com a vida de uma outra pessoa, é algo espetacular. Assim nasce o Torneio de Futebol Fazer o Bem Sem Olhar a Quem, que nada mais é que a união de times amigos e amantes do futebol em prol de uma ação social para levar alegria ao próximo.

O campeonato que aconteceu durante os meses de Setembro e Outubro contou com oito times da capital mineira - Bharbixas, Brocadores FC, Lenhadores FC, Lion City, Manotauros FC, Predadores FC, Penharol BH e Só Vai Uai - além de vários apoiadores como o grupo Voluntários pelo Bem, Escola de Futebol Bola Na Rede, 7 Arte Produções e a BH Recicla. Cada equipe participante tinha como objetivo promover durante toda a disputa com ajuda de seus parceiros, ações com o foco na arrecadação de brinquedos, roupas, calçados e material escolar em bom estado que seriam encaminhados ao Instituto Florescendo Vidas.

A partida final aconteceu em 12 de Outubro - Dia das Crianças, com direito a show da DJ Lays Lara e performances artísticas de artistas mineiros. Durante toda a campanha foram arrecadados mais de 2.000 itens, de brinquedos a mantimentos. O time Lenhadores FC terminou com a vitória e levou o título de campeão da primeira edição do evento, e todos saíram com o coração repleto de amor e alegria e com a sensação de dever cumprido!


Gostou?

Que tal compartilhar este artigo?

Facebook icon

Receba nossas notícias na sua caixa de emails!

Se inscreva abaixo para receber emails periódicos com conteúdos relevantes sobre sustentabilidade e a cidade ;)

Deixe seu comentário :)