Reciclagem na escola: 5 dicas para incluir o assunto na grade


Imagem destaque deste post

Azul para papel, vermelho para plástico, verde para vidro e amarelo para metal. Você se lembra de quando aprendeu que a separação de materiais para a reciclagem é orientada por um sistema de cores?

Para muitos, esse ensinamento surge pela primeira vez ao longo dos primeiros anos da vida estudantil. Por essa e por outras razões, as escolas sempre tiveram importante papel na educação ambiental, compartilhando ideias de preservação, apresentando o conceito de reciclagem e incentivando ações favoráveis ao meio ambiente.

Os professores prestam significativa contribuição na formação de seres humanos mais conscientes. E foi pensando nisso que fizemos este post para compartilhar 5 ideias de como abordar a reciclagem em sala de aula.

#1. Aula de educação ambiental

null

Muitas escolas já contam com lixeiras coloridas para a separação do lixo. Porém, é sempre mais motivador respeitar essa orientação quando se compreende as suas razões. Por isso, é importante que os estudantes aprendam que a instituição precisa da ajuda de todos para separar os materiais e enviá-los para a reciclagem.

Ensinar o que é reciclagem e qual a sua importância também é necessário. Como bônus, pode ser interessante compartilhar com os alunos, sobretudos os mais velhos, como eles podem separar o lixo em suas próprias casas e a quem recorrer para assegurar a destinação correta a cada material.

#2. Adoção de medidas sustentáveis em sala de aula

null

O exemplo é um ótimo recurso para a aprendizagem. A introdução de medidas sustentáveis em sala de aula contribui para que os estudantes aprendam novos hábitos e se tornem mais conscientes da importância de dar atenção às suas ações no dia a dia.

Vale saber, por exemplo, que para que o papel seja reciclado, é preferível que o material não tenha sido amassado. Assim, é importante que professores e colegas fiscalizem uns aos outros para evitar fazer bolinhas de papel, optando por apenas rasgá-lo ao invés disso.

#3. Oficina de reciclagem de papel

null

Fotos: icreativeideas

Ainda considerando o papel, um dos materiais mais utilizados diariamente nas escolas, a montagem de uma oficina de reciclagem pode ser bem interessante. Ao acompanhar e participar do processo, os estudantes aprendem melhor os motivos de não amassar os papéis e até os de não desperdiçar suas folhas de caderno.

O canal do educador apresenta orientações de como fazer a reciclagem do papel usando materiais como bacias, liquidificador, panos e peneiras. Além de reciclar, os professores responsáveis pela oficina ainda podem pensar formas de utilizar o novo papel com os alunos, como para fazer um cartão de uma data comemorativa, por exemplo.

#4. Jogos feitos de materiais recicláveis

Fotos: atividadeseducacaoinfantil.com.br

Os jogos podem ser grandes aliados da aprendizagem e o benefício pode ser ainda maior se os estudantes participarem da confecção do brinquedo educativo. O canal do ensino tem diversas sugestões que podem ser aplicadas em sala de aula. Uma delas é a do boliche de latas.

A ideia é usar latinhas, como as de refrigerante ou até mesmo as de milho, como pinos. É interessante que elas sejam numeradas, para tornar a brincadeira mais interessante. A bola pode ser feita de meias ou qualquer outro material, desde que pesada o bastante para derrubar os pinos. Vale pensar em uma alternativa que também envolva o reaproveitamento de materiais.

A numeração é o que vai permitir que o professor proponha tarefas como somar o número das latas que permaneceram de pé ou até mesmo daquelas que foram derrubadas. É possível adequar o jogo a diferentes idades, escolhendo os números e as operações matemáticas adequadas a cada nível de ensino.

#5. Projeto ou gincana de reciclagem na escola

null

Sua escola também pode propor projetos ou gincanas de reciclagem. É possível envolver diferentes turmas e séries, fazendo separação por classe ou até por equipes. A ideia, em essência, é incentivar o recolhimento de materiais recicláveis, dando prêmios àqueles que juntarem um volume maior desses materiais.

Para fazer isso, é também interessante contar com uma empresa parceira que se responsabilize por dar a destinação correta ao recicláveis. A BH Recicla está aberta a esse tipo de ação, podendo participar de uma gincana que envolva o recolhimento de lixo eletrônico em sua escola. Basta entrar em contato!

Você tem outras dicas de como incluir a reciclagem na grade escolar? Compartilhe-as conosco nos comentários!


Gostou?

Que tal compartilhar este artigo?

Facebook icon

Receba nossas notícias na sua caixa de emails!

Se inscreva abaixo para receber emails periódicos com conteúdos relevantes sobre sustentabilidade e a cidade ;)

Deixe seu comentário :)