Otimize o sistema de armazenagem de resíduos sólidos na indústria


Imagem destaque deste post

Um dos grandes desafios de analistas ambientais e de gerentes de logística é administrar, de modo correto e sustentável, o descarte de sucata; e isso envolve conhecer as melhores formas de otimização para o sistema de armazenagem de resíduos sólidos.

Sabemos que esta não é uma tarefa fácil.

Ela envolve a elaboração de planos para a gestão da sucata, a atenção à legislação ambiental vigente e, por fim, a implementação de novas práticas na empresa - o que nem sempre é um desafio simples de se realizar!

Aqui na BH Recicla, temos uma grande cartela de clientes que estão preocupados com isso. Pensando nesse cenário, estruturamos este artigo para ajudar você nessa missão.

Primeiro, passaremos pela gestão de resíduos sólidos em geral, com foco em sucata metálica e eletrônica. Na sequência, abordaremos 4 soluções para o sistema de armazenagem de sucata industrial.

Ficou interessado? Vem com a gente!

Gestão de resíduos sólidos em empresas

Não dá para pensar em cadeia produtiva sem resíduos.

De acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), um resíduo sólido é qualquer material, substância, objeto ou bem descartado resultante de atividades humanas em sociedade.

E, ao contrário do que muita gente pensa, a legislação não envolve somente os itens no estado sólido. Também se refere ao estado semissólido, bem como gases contidos em recipientes e líquidos que exigem tratamento especial.

E o que fazer com isso tudo? É aí que entra a gestão integrada de resíduos sólidos dentro da empresa!

Gestão integrada

Conforme a Política, a gestão é o conjunto de ações voltadas para a busca de soluções no tratamento de resíduos sólidos. Ela considera as dimensões política, econômica, ambiental, cultural e social, sob a premissa do desenvolvimento sustentável.

Muito além de separar os resíduos, precauções devem ser tomadas antes, durante e após a coleta. Afinal, os resíduos irão parar em algum lugar.

Para que isso ocorra, é importante entender que resíduos serão tratados e isso envolve quantificá-los e monitorá-los.

Classifique-os!

Estamos falando de resíduo da construção civil? Da indústria da saúde? Ele é radioativo, inflamável ou tóxico? Qual o seu volume? Em que situação ele se encontra atualmente?

Respondendo essas perguntas, fica mais fácil de entender as necessidades específicas de cada tipo.

Para a sucata metálica e eletrônica, por exemplo, é fundamental compreender a periculosidade do material.

Implemente um sistema de armazenagem

Agora que você conhece seus resíduos, a implementação do sistema de armazenagem envolve principalmente o armazenamento e o descarte.

Qual será o melhor destino para esta sucata? Será que a empresa de descarte é licenciada? Será que precisamos treinar colaboradores? Será que precisamos de uma obra de adequação ou construção para comportá-los?

No caso da sucata metálica e eletrônica, é importante estar atento ao volume desses materiais. São itens que se apresentam em estado sólido e, portanto, ocupam mais espaço.

E como otimizar a área disponível na empresa? É sobre isso que falaremos no nosso próximo tópico.

4 soluções para o sistema de armazenagem de sucata industrial

Antes de tudo, é necessário entender que a solução ideal depende da logística de cada empresa. Mas, trouxemos alguns insights para que você otimize o seu sistema de armazenagem, seja ele qual for.

Vamos lá?

1. Planeje!

O primeiro passo é realizar um estudo técnico e um levantamento das necessidades reais da sua empresa. Avalie tudo previamente e planeje a gestão de resíduos como um todo.

Os resíduos serão doados? Vendidos? Vale a pena contratar uma empresa para acondicioná-los? Estas são perguntas que devem ser respondidas antes de pensar na armazenagem em si.

2. Otimize a utilização do espaço físico

Especialmente no caso da sucata metálica e eletrônica, estamos falando de área ocupada.

Se o foco for a largura e o comprimento do espaço, é bem provável que gaste metros quadrados preciosos no armazenamento dos resíduos.

Como alternativa, o espaço pode ser otimizado por meio da utilização da altura. Dessa forma, é possível guardar mais itens e equipamentos.

Por outro lado, isso exige um sistema de movimentação que garanta a segurança e a eficiência da gestão integrada de resíduos - sobre isso falaremos a seguir!

3. Otimize a movimentação

De nada adianta otimizar a metragem e a utilização do espaço se as pilhas de resíduos não podem ser acessadas facilmente, nem mesmo por um transporte eficiente.

É por isso que pensar em como a movimentação será feita é tão importante. Fazendo isso, você economiza tempo e reduz os custos de logística, tornando o processo todo mais eficiente.

Além disso, fazendo essa análise, ficará mais fácil entender que sistemas ou estruturas melhor atendem sua gestão.

4. Adote sistemas e estruturas específicos

Como vimos, a escolha do melhor sistema ou estrutura depende de como sua indústria se movimenta e do que ela armazena.

Se você precisa de maior organização, o sistema porta paletes é indicado pela melhor separação, agilidade e movimentação.

Tem uma grande variedade de sucata? Esse sistema também costuma ser o escolhido nesses casos e varia entre estruturas dinâmicas e estruturas push-back.

Outras opções são o sistema mezanino, o cantilever e o de estantes.

No primeiro, o foco é a verticalização do sistema de armazenagem. Os mezaninos permitem maior elevação e a instalação de prateleiras, o que torna tudo mais eficiente.

Já o sistema cantilever foi pensado para armazenar materiais de maior comprimento, largura, volume, peso e formatos diferentes. Além de ser um sistema de armazenagem totalmente desmontável, o que confere praticidade e flexibilidade.

Por fim, o sistema de estantes é o mais indicado para armazenamento de itens menores e mais leves.

Conclusão

Independentemente do sistema de armazenagem escolhido, a eficiência e o sucesso da gestão de resíduos sólidos da sua empresa depende de planejamento. Quando isso é feito, a solução é mais certeira na hora de garantir a destinação correta dos resíduos.

Gostou do nosso conteúdo sobre como otimizar o sistema de armazenagem de resíduos sólidos da sua empresa? Confira também o nosso texto sobre bioeconomia e entenda como esse conceito pode ajudar a repensar o processo de gestão ambiental.


Gostou?

Que tal compartilhar este artigo?

Facebook icon

Receba nossas notícias na sua caixa de emails!

Se inscreva abaixo para receber emails periódicos com conteúdos relevantes sobre sustentabilidade e a cidade ;)

Deixe seu comentário :)