Logística Reversa e Lixo Eletrônico: entenda a relação


Imagem destaque deste post

Já parou para pensar no que é feito com a imensa quantidade de lixo eletrônico produzido pela sociedade? A cada ano, o volume de materiais descartados aumenta e a solução para lidar com isso é a logística reversa. Em função do avanço constante da tecnologia, a produção e o consumo de eletrônicos é crescente em todo o mundo. Falamos de materiais e equipamentos variados que estão presentes em nossas rotinas pessoais e profissionais e que, num dado momento, caem em desuso ou deixam de funcionar, precisando ser descartados. A questão é que o e-lixo não pode ser descartado junto ao lixo comum porque representa risco para o meio ambiente. Além disso, são materiais que, muitas vezes custam caro — sobretudo para quem consome em larga escala, como empresas — e, portanto, parece inadequado simplesmente jogar tudo fora. O que fazer, então? A logística reversa é a solução! Fizemos este post para que você entenda melhor essa relação e saiba como esse processo pode ser vantajoso para a sua empresa. Acompanhe!

O que é logística reversa

A logística reversa é um ramo da logística que se responsabiliza por retomar os produtos que já não são utilizados pelas pessoas e empresas e dar a eles o destino correto. Portanto, tem esse nome justamente por indicar um movimento “oposto” ao do ciclo de consumo. Em outras palavras, é por meio da logística reversa que se torna possível fazer o reaproveitamento e reciclagem de equipamentos e materiais que compõem o lixo eletrônico, transformando-os novamente em matéria prima para a indústria, e por conseguinte em novos produtos disponíveis ao consumo. O processo também contribui para que seja dada a destinação correta para esses materiais. É importante saber que o e-lixo contém metais pesados e substâncias tóxicas que são nocivas ao meio ambiente e apresentam riscos à saúde humana. Portanto, não pode ser simplesmente descartado junto ao lixo comum.

Porque empresas devem investir em logística reversa

Pilhas, baterias, lâmpadas fluorescentes, acessórios para computador, aparelhos celulares ou smartphones, notebooks e equipamentos diversos. Pense em quantos materiais eletrônicos uma única empresa utiliza e troca ou descarta ao longo de um ano. É muito lixo eletrônico! E, como visto, todo esse e-lixo precisa ter a destinação correta. Assim sendo, um motivo pelo qual empresas devem investir em logística reversa é para contribuir com o planeta. Inclusive, é por essa razão que existe a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que determina o descarte correto de seu lixo eletrônico e a prática da logística reversa. Assim sendo, o processo contribui para que empresas estejam em conformidade com a legislação. Vale mencionar, ainda, que os consumidores estão cada vez mais conscientes e bem informados. Nesse cenário, empresas que adotam medidas ditas ecológicas ganham mais visibilidade e respeito e, por consequência, têm melhores chances de sucesso no mercado.

Como a BH Recicla pode auxiliar sua empresa nesse processo

A BH Recicla trabalha com a reciclagem de e-lixo: sucata eletrônica, sucata de cabos e fios elétricos, máquinas e equipamentos industriais. Além de sucata metálica e alguns outros materiais, mediante avaliação. Solicitando o serviço, a BH Recicla compra e dá a destinação correta para os materiais descartados pela sua empresa. Todo esse processo de logística reversa é feito em conformidade com as determinações do Licenciamento Ambiental e do ISO 14001. Além disso, sua empresa recebe uma declaração que atesta que seu lixo eletrônico teve a destinação correta, garantindo o cumprimento da lei! Deseja saber mais sobre nossos serviços de coleta de lixo eletrônico e logística reversa? Entre em contato e tire suas dúvidas!


Gostou?

Que tal compartilhar este artigo?

Facebook icon

Receba nossas notícias na sua caixa de emails!

Se inscreva abaixo para receber emails periódicos com conteúdos relevantes sobre sustentabilidade e a cidade ;)

Deixe seu comentário :)